CURRÍCULO CONTEXTUALIZADO NO SEMIÁRIDO: REPENSANDO O PROCESSO DE SELEÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO ESCOLAR

Autores

  • Elmo de Souza Lima

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v7i2.13148

Resumo

O processo de seleção e organização do conhecimento escolar têm sido foco de intensos debates e disputas no âmbito das políticas de currículo, bem como, nos espaços de planejamento do currículo no contexto das instituições de ensino. Com este trabalho temos a intenção de socializar os debates construídos a partir da Rede de Educação no Semiárido (RESAB) em torno da elaboração de propostas curriculares contextualizadas no semiárido, desenvolvidas a partir dos interesses e necessidades dos sertanejos, tendo como foco a valorização e a problematização de seus saberes, visando à socialização e produção de conhecimentos que fomentem políticas de desenvolvimento sustentável voltadas à promoção da qualidade de vida e a preservação do patrimônio socioambiental e cultural do sertão. No entanto, este processo de reelaboração do currículo na perspectiva da contextualização passa pela desconstrução dos referenciais políticos e pedagógicos associados às bases epistemológicas positivistas que historicamente nortearam as políticas formação docente e as práticas educativas instituídas nas escolas. Por tanto, são processos permeados por tensões epistemológicas, resistências, rupturas e inovações. Palavras-chave: Currículo. Contextualização. Semiárido.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

25-03-2015

Como Citar

LIMA, E. de S. CURRÍCULO CONTEXTUALIZADO NO SEMIÁRIDO: REPENSANDO O PROCESSO DE SELEÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO ESCOLAR. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 7, n. 3, 2015. DOI: 10.15687/rec.v7i2.13148. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/rec.v7i2.13148. Acesso em: 3 dez. 2022.