POLÍTICA CURRICULAR E HEGEMONIA

um olhar sobre as disciplinas língua portuguesa e educação física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v15i2.64417

Palavras-chave:

Hegemonia, Política Curricular, BNCC, Língua Portuguesa, Educação Física

Resumo

O presente texto propõe uma reflexão sobre a noção de hegemonia, desenvolvida por Laclau e Mouffe em suas relações com a pesquisa em currículo. A abordagem desenvolvida permite compreender, no amplo campo da política curricular da BNCC, diferentes hegemonias. Para o presente artigo, serão destacadas duas delas: os novos e multiletramentos, associados à Língua Portuguesa (LP); e o Esporte, no componente Educação Física (EF). A Teoria do Discurso compõe a estratégia de pesquisa, junto às apropriações realizadas, principalmente, por Alice Lopes e Elizabeth Macedo para pesquisas no campo de políticas de currículo. Com esses aportes, é problematizada a política pública de currículo em que se constitui a BNCC. É ponderado que a centralização curricular
defendida via discursos hegemonizados nos dois componentes destacados se justifica por uma suposta aproximação à realidade
do jovem, ao passo que projeta a ideia de que a educação que acontece nas escolas é pouco atraente, conteudista e desvinculada
do mundo do estudante. É considerado que, apesar de a BNCC-LP e a BNCC-EF buscarem uma estabilização curricular, supondo a possibilidade de controle sobre o que acontece nas escolas, o movimento para o fechamento dos sentidos sociais não é possível. Conclui-se assinalando que os componentes curriculares LP e EF sempre estão sujeitos a ressignificações no campo da discursividade, nos diferentes contextos em que são interpretados, o que reitera a defesa de um currículo mais democrático e plural, cuja significação não pode ser fechada de vez por todas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Cristiane Ferreira Português Almeida, Universidade Federal do Mato Grosso, Brasil.

Licenciatura em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso, Mestranda em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso  e Professora da Secretaria do Estado de Educação de Mato Grosso, cidade de Rondonópolis.

Guibison da Silva Cruz, Universidade Federal do Mato Grosso, Brasil.

Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal de Mato Grosso e mestrando na Universidade Federal de Rondonópolis.

Hugo Heleno Camilo Costa, Universidade do Estado do Rio de Janeiro e Universidade Federal do Mato Grosso, Brasil.

Doutor em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Professor do Instituto de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal de Mato Grosso e do Programa de Pós-Graduação em Educaçãoda Universidade Federal de Rondonópolis.

Referências

ARAÚJO, Samuel Nascimento de.; ROCHA, Leandro Oliveira.; BOSSLE, Fabiano. Sobre a Monocultura Esportiva no Ensino da Educação Física na Escola. Pensar a Prática, Goiânia, v. 21, n. 4, out./dez. 2018. Disponível em: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/50175. Acesso em: 01 jul. 2022.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: MEC. 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Acesso em: 17 jan. 2022¬¬.

BURITY, Joanildo Albuquerque. Discurso, Política e Sujeito na Teoria da Hegemonia de Ernesto Laclau. In: MENDONÇA, Daniel de; RODRIGUES, Léo Peixoto, (orgs.) Pós-estruturalismo e Teoria do Discurso: em torno de Ernesto Laclau. 2. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2014. p. 59-71.

BRANDÃO, Elielma Aparecida de Souza.; CRUZ, Guibison da Silva.; FERNANDES, Luana Cristina Galdino. BNCC como Discurso de Padronização de Identidades. Periferia, v. 14, n. 2, p. 223-238, maio/ago. 2022. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/periferia/article/view/63721/43242. Acesso em: 24 ago. 2022.

CARLAN, Paulo.; KUNZ, Elenor.; FENSTERSEIFER, Paulo Evaldo. O esporte como conteúdo da Educação Física escolar: estudo de caso de uma prática pedagógica "inovadora". Movimento, Porto Alegre, v. 18, n. 04, p. 55-75, out/dez, 2012. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/1153/115324888004.pdf. Acesso em: 01 jul. 2022.

COSTA, Hugo Heleno Camilo.; CUNHA, Érika Virgílio Rodrigues da. Normatividade, Desconstrução e Justiça: para além do dever ser na base nacional comum da formação de professores. Currículo sem Fronteiras, v. 21, n. 3, p. 1246-1265, set./dez. 2021. Disponível em: https://www.curriculosemfronteiras.org/vol21iss3articles/costa-cunha.pdf. Acesso em: 20 mar. 2022.

CRUZ, Guibison da Silva; MARZARI, Marilene. Práticas de Ensino da Educação Física em duas Escolas Estaduais de Barra do Garças/MT. Revista Panorâmica online, [S. l.], Jan./Abr. v. 29, p. 198-222, 2020. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/revistapanoramica/index.php/revistapanoramica/article/view/1134. Acesso em: 17 abr. 2020.

DARIDO, Suraya. Educação Física na Escola: questões e reflexões. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1999.

FREITAS, Felipe Corral. O Sentido (Conceito) de Liberdade na Teoria do Discurso de Ernesto Laclau. Revista Sul-Americana de Ciência Política, v. 5, n. 2, p. 237-255, 2019. Disponível em: https://revistas.ufpel.edu.br/index.php/Sul/article/view/136. Acesso em: 12 maio. 2022.

GRUPO NOVA LONDRES. Uma Pedagogia dos Multiletramentos: Projetando Futuros Sociais. Tradução de Deise Nancy de Morais, Gabriela Claudino Grande, Rafaela Salemme Bolsarin, Biazotti, Roziane Keila Grando. Revista Linguagem em Foco, Fortaleza, v. 13, n. 2, p. 101–145, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/linguagememfoco/article/view/5578. Acesso em: 05 maio. 2022.

LACLAU, Ernesto. Emancipação e Diferença. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2011.

LACLAU, Ernesto.; MOUFFE, Chantal. Hegemonia e Estratégia Socialista: por uma política democrática radical. São Paulo: Intermeios, 2015.

LOPES, Alice Casimiro. Democracia nas políticas de currículo. Cadernos de Pesquisa, v.42 n.147 p.700-715 set./dez. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/7DHZtkgQ9vzPtSs5vR6Mh7G/?format=html&lang=pt. Acesso em: 23 ago. 2021.

LOPES, Alice Casimiro. Discursos nas Políticas de Currículo. Currículo sem Fronteiras, v. 6, n.2, pp.33-52, Jul/Dez, 2006. Disponível em: https://www.curriculosemfronteiras.org/vol6iss2articles/lopes.pdf. Acesso em: 16 out. 2021.

LOPES, Alise Casimiro. Políticas de Currículo: questões teórico-metodológicas. In: LOPES; DIAS; ABREU (ogrs.). Discursos nas Políticas de Currículo. Rio de Janeiro: Quartet, p. 19-45, 2011.

LOPES, Alice Casimiro.; MACEDO, Elizabeth. Teorias de currículo. São Paulo: Cortez. 2011.

MACEDO, E. Fazendo a Base virar realidade: competências e o germe da comparação. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 13, n. 25, p. 39-58, jan./mai. 2019. Disponível em: https://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/967. Acesso em: 13 out. 2021.

MARQUES, Luciana. Contribuições da Democracia Radical e da Teoria do Discurso de Ernesto Laclau ao Estudo da Gestão em Educação. In: MENDONÇA, Daniel de; RODRIGUES, Léo Peixoto. (orgs.) Pós-estruturalismo e Teoria do Discurso: em torno de Ernesto Laclau. 2. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2014. p. 109-132.

MARTINI, Roberto Gonçalves. Jogos cooperativos na escola: a concepção de professores de educação física. Dissertação (Mestrado). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC – SP). São Paulo, 2005. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/bitstream/handle/16496/1/RobertoMartini.pdf. Acesso em: 13 abr. 2021.

MENDONÇA, Daniel de. Como olhar “o político” a partir da teoria do discurso. Revista Brasileira de Ciência Política, nº 1, pp. 153-169, Brasília, janeiro-junho, 2009. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rbcp/article/view/1533. Acesso em: 24 ago. 2021.

PAULA, Alisson Slider do Nascimento de.; LIMA, Kátia Regina Rodrigues. A Hegemonia do Esporte na Educação Física Escolar: proposta de superação através das práticas curriculares. Revista Mineira de Educação Física, Viçosa, v. 22, n. 3, P. 166-180, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/revminef/article/view/10050. Acesso em: 01 jul. 2022.

PERES, Hugo. Educação Física e mundo do trabalho: um estudo sobre concepções de educação física numa escola profissionalizante. Dissertação (Mestrado). Universidade Católica de Goiás (UCG). Goiânia, 2007. Disponível em: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/1189. Acesso em: 12 abr. 2021.

PESSOA, Carlos. Hegemonia em Tempos de Globalização. In: MENDONÇA, Daniel de; RODRIGUES, Léo Peixoto. (orgs.) Pós-estruturalismo e Teoria do Discurso: em torno de Ernesto Laclau. 2. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2014. p. 151-162.

SALES JUNIOR, Ronaldo. Laclau e Foucault: desconstrução e genealogia. In: MENDONÇA, Daniel de; RODRIGUES, Léo Peixoto (orgs.). Pós-estruturalismo e Teoria do Discurso: em torno de Ernesto Laclau. 2. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2014. p. 163-182.

SOUTHIER, Diane. Marxismo e Pós-marxismo: um diálogo em torno das classes sociais. O Público e o Privado, nº 29, p. 111-130, jan/jun, 2017. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/opublicoeoprivado/article/view/2208. Acesso em: 14 ago. 2021.

SOARES, Everton. Educação Física no Brasil: da origem até os dias atuais. Revista Digital EFDeportes. Buenos Aires, año 17, nº 169, 2012. Disponível em: https://efdeportes.com/efd169/educacao-fisica-no-brasil-da-origem.htm. Acesso em: 18 nov. 2020.

SOARES, Magda. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. Revista brasileira de educação, p. 5-17, 2004.

SOUTHWELL, Myriam. Em torno da construção de hegemonia educativa: contribuições do pensamento de Ernesto Laclau ao problema da transmissão da Cultura. In: MENDONÇA, Daniel de; RODRIGUES, Léo Peixoto (orgs.). Pós-estruturalismo e Teoria do Discurso: em torno de Ernesto Laclau. 2. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2014. p. 132-150.

TAVARES, Felipe Cavaliere. Hegemonia e Movimentos Sociais: a teoria política de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe. Rev. de Movimentos Sociais e Conflitos. Porto Alegre, v. 4, n. 2, p. 23 – 44 Jul/Dez. 2018. Disponível em: https://indexlaw.org/index.php/revistamovimentosociais/article/view/4808/pdf. Acesso em: 19 set. 2021.

Downloads

Publicado

15-10-2022

Como Citar

ALMEIDA, C. F. P. .; CRUZ, G. da S. .; COSTA, H. H. C. . POLÍTICA CURRICULAR E HEGEMONIA: um olhar sobre as disciplinas língua portuguesa e educação física. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 1–16, 2022. DOI: 10.15687/rec.v15i2.64417. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/64417. Acesso em: 20 maio. 2024.