ESTRATÉGIAS DISCURSIVAS NA PESQUISA EM CURRÍCULO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15687/rec.v15i2.64568

Palavras-chave:

Currículo, Teoria do Discurso, Política

Resumo

Este número da Revista Espaço do Currículo, dedicado às contribuições da Teoria do Discurso aos estudos em currículo, oferece ao leitor uma coletânea de estudos que objetivam utilizar as teorizações de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe, e suas relações com visões pós-estruturais e pós-fundacionais, como referencial teórico, metodológico e epistemológico, capaz de auxiliar no que diz respeito à compreensão dos fenômenos curriculares, cujas naturezas complexas e dinâmicas requerem estratégias plásticas para a compreensão e para a projeção de diferentes formas de intervenção política. São artigos atentos e sensíveis a dinâmicas hegemônicas que marcam a produção de políticas de currículo, que tratam de questões ligadas à Educação Básica, à formação de professores, às subjetividades, aos distintos processos de identificação, bem como a outros processos articulatórios envolvidos com o campo da Educação. Todos os artigos, portanto, revolvem o tema central da desconstrução, que é a produção político-discursiva da sociedade (LACLAU, 2011), voltando-se ao terreno complexo da educação e da política curricular. A convergência de tais trabalhos tende, então, a oportunizar um contexto para conversas entre pesquisadores e pesquisas, temas, associações, concepções e interpretações teóricas e empíricas sobre como a Teoria do Discurso tem possibilitado a compreensão de diferentes questões curriculares que marcam o que podemos chamar de uma atualidade do campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Rafael Ferreira de Souza Honorato, Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente "Alice de Almeida", Paraíba, Brasil.

Doutor em Educação pela Universidade Federal da Paraíba e pedagogo na Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente "Alice de Almeida".

Hugo Heleno Camilo Costa, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Brasil.

Doutor em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Professor do Instituto de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal de Mato Grosso e do Programa de Pós-Graduação em Educaçãoda Universidade Federal de Rondonópolis.

Érika Virgílio Rodrigues da Cunha, Universidade Federal de Rondonópolis, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e professora da Universidade Federal de Rondonópolis.

Referências

DERRIDA, J. Posições. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

LACLAU, Ernesto. Emancipação e diferença. Rio de Janeiro, EdUERJ, 2011.

Downloads

Publicado

15-10-2022

Como Citar

HONORATO, R. F. de S. .; COSTA, H. H. C. .; CUNHA, Érika V. R. da . ESTRATÉGIAS DISCURSIVAS NA PESQUISA EM CURRÍCULO. Revista Espaço do Currículo, [S. l.], v. 15, n. 2, p. 1–9, 2022. DOI: 10.15687/rec.v15i2.64568. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/rec/article/view/64568. Acesso em: 19 maio. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)