ATUAÇÃO DA UNDIME NA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: analisando articulações

Jorge Luis Umbelino Sousa, Maria Zuleide da Costa Pereira

Resumo


O texto é construído tomando como referência algumas inquietações que nos desestabilizam no percurso de pesquisadores no campo do currículo e, mais precisamente, no campo das políticas curriculares. A busca por entender, com base no aporte teórico que dialogamos, a política como processo de significação e de representação, leva-nos a nos distanciar de análises políticas que se ancoram na centralização do poder e na ideia de hegemonia à luz dos consensos. Para além dessa perspectiva, ancoramos nossa análise em matriz pós-estrutural para conceber os atores políticos como criadores de significados na política, os quais estão em permanente processo de articulação discursiva e em cenários de hegemonias provisórias e contingenciais. Objetivamos analisar os discursos da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) sobre a Base Nacional Comum Curricular e sobre o papel do município na “implementação” dessa política. A Base Nacional Comum Curricular, como uma política de currículo, desdobra-se em diferentes discursos, os quais tendem a produzir significantes que servem de pontos nodais, tais como qualidade da educação e direito à educação. Apontamos, por meio de um diálogo teórico fecundo e do apoio na Teoria do Discurso, a produção de estratégias discursivas que se tornam híbridas na busca por um currículo nacional.

Palavras-chave: políticas curriculares; gestão educacional; base nacional comum curricular.


Texto completo:

PDF

Referências


AVELAR, Marina. Entrevista com Stephen J. Ball: Uma Análise de sua Contribuição para a Pesquisa em Política Educacional. In: Archivos Analíticos de Políticas Educativas, v. 24, n. 24, 2016.

AZEVEDO, Noroaldo Pontes de. A UNDIME e os desafios da educação municipal. In: Estudos avançados, v. 15, n. 42, 2001.

BALL, Stephen J. Education Reform: a critical post-structural approach. Buckingham: Open University Press, 1994.

______________. La micropolítica de La escuela: hacia una teoría de la organización escolar. Madrid. Paidós-MEC, 1989.

______________.; JUNEMANN, Carolina. Networks, new governance and education. Bristol: The Policy Press.

______________; MAGUIRE, Mag; BRAUN, Annet. How schools do Policy? Policy enactments in secondary school. New York: Routledge, 2012.

BORDIGNON, Genuíno e GRACINDO, Regina Vinhaes. Gestão da educação: o município e a escola. IN: FERREIRA, N. S. e AGUIAR, M. A. (Orgs.). Gestão da Educação: impasses, perspectivas e compromissos. São Paulo: Cortez, 2001.

BOWE, Richard; BALL, Stephen; GOLD, Anne. Reforming education & changing schools: case studies in policy sociology. London: Routledge, 1992.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular – Educação é a base. Versão final. Disponível em: .

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Pradime: Programa de Apoio aos Dirigentes Municipais de Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, 2006.

BRASIL. Plano Nacional de Educação – PNE 2014-2024 (Lei nº 13.005/2014). Disponível em: . Acesso em 09 de janeiro de 2018.

LACLAU, Ernesto. Nuevas reflexiones sobre la revolucion de nuestro tiempo. Buenos Aires: Ediciones Nueva Visión, 2000.

LACLAU; Ernesto; MOUFFE, Chantal. Hegemonia e Estratégia Socialista: por uma política democrática radical. São Paulo: Intermeios, 2015.

LÜCK, Heloísa. Gestão Educacional: uma questão paradigmática. 4. ed. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2008.

MACEDO, Elizabeth. Base Nacional Curricular Comum: a falsa oposição entre conhecimento para fazer algo e conhecimento em si. In: Educação em Revista, v. 32, n. 02, abril-junho, 2016.

__________________. Por uma leitura topológica das políticas curriculares. In: Archivos analíticos de políticas educativas, v.24, n.26, Fevereiro, 2016.

MODER, Max. Reflexões de apoio para o desenvolvimento curricular no Brasil: guia para gestores educacionais. Brasília: UNDIME, 2017.

PEREIRA, Maria Zuleide da Costa. A centralidade da pluralidade cultural nos debates contemporâneos no campo do currículo. In: Revista Currículo sem Fronteiras, v.9, n.2, PP.169-184, jul/Dez, 2009.

SOUSA, Jorge Luis Umbelino de. Currículo e projetos de formação: Base Nacional Comum Curricular e seus desejos de performance. In: Revista Espaço do Currículo, v.8, n.3, p. 323-334, Setembro a Dezembro de 2015.

UNDIME. Orientações ao dirigente municipal de educação: fundamentos, políticas e práticas. São Paulo: Fundação Santillana, 2012.




DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2019v12n2.39412

Direitos autorais 2019 Revista Espaço do Currículo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.





Este periódico está indexado nas bases:



Licença Creative Commons
A Revista Espaço do Currículo, está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.